Reuters internacional

AUSTIN (Reuters) - Um atirador que abriu fogo nesta quarta-feira em um campus universitário em Irving, um subúrbio de Dallas, no Estado norte-americamo do Texas, aparentemente matou uma vítima e se suicidou, afirmou a polícia local.

Testemunhas dissseram que um homem armado com um revólver abriu fogo no North Lake College, levando autoridades ao campus em busca do suspeito e de vítimas, enquanto funcionários da escola impuseram um bloqueio imediato de segurança.

Pouco tempo depois, a polícia de Irving informou no Twitter que não parecia haver "ameaça contínua", acrescentando que os policiais continuavam a fazer buscas no campus para garantir que tudo estava seguro.

Um post separado da polícia no Twitter acrescentou: "Temos o que parece ser uma vítima morta (e) o atirador cometeu suicídio".

O porta-voz da polícia de Irving, James McLellan, disse aos repórteres que havia conversas de rádio sobre feridos.

Após a polícia afirmar que o atirador estava morto, funcionários da universidade anunciaram que a escola ficaria fechada pelo resto do dia.

O incidente ocorre depois que um homem matriculado na Universidade do Texas esfaqueou na segunda-feira pessoas no campus de Austin, cerca de 320 km ao sul de Irving, matando um aluno e ferindo outros três, segundo a polícia.

(Reportagem de Jon Herskovitz em Austin; reportagem adicional de Steve Gorman em Los Angeles)

Reuters

 Reuters internacional