Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

ASSUNÇÃO (Reuters) - Dois homens e duas mulheres foram mortos a tiros na manhã desta segunda-feira enquanto estavam sentados em frente a uma boate na cidade fronteiriça do Paraguai de Pedro Juan Caballero, em um ataque que a polícia disse parecer estar relacionado ao tráfico de drogas.

A área, que faz fronteira com a cidade brasileira de Ponta Porã, é um conhecido ponto de trânsito para narcóticos.

"As duas vítimas masculinas pertenciam a uma gangue criminosa. Eles eram o alvo dos tiros. Mas outros foram atingidos, incluindo as duas mulheres que morreram e outros que foram hospitalizados", disse o promotor paraguaio Oscar Samuel Valdez a uma estação de rádio.

Os homens armados se aproximaram dos alvos, após saírem do carro em frente à boate, disse Validez.

Um relatório da polícia disse que as mulheres tinham 18 e 24 anos. Nenhum detalhe foi fornecido sobre os homens mortos no ataque.

Ao menos 11 outras pessoas foram hospitalizadas, disse o relatório.

Casos de violência relacionados com drogas são comuns nessa região do Paraguai, mas raramente eles se espalham para áreas públicas, como nesta segunda-feira. A polícia brasileira e paraguaia estão trabalhando juntamente para resolver o caso, disse um porta-voz da polícia à Reuters por telefone.

(Reportagem de Daniela Desantis)

Reuters