Reuters internacional

BERLIM/COLÔNIA (Reuters) - As autoridades alemãs estavam interrogando três homens britânicos detidos após conversas a bordo de um voo da EasyJet, que ia da Eslovênia para Londres, levando o piloto a desviar o avião para Colônia, na Alemanha, disse um porta-voz da polícia local.

Nove pessoas receberam tratamento médico depois que todos os 151 passageiros foram retirados da aeronave Airbus 319 usando slides de emergência.

Nenhum explosivo foi encontrado, e uma porta-voz do aeroporto disse que parte dos passageiros tinha partido em outro avião EasyJet para Londres.

O piloto desviou o voo de Ljubljana para Colônia no sábado à noite, depois que os passageiros relataram que os homens estavam discutindo "assuntos terroristas" e carregavam um livro com um rifle na capa, disseram policiais e procuradores do Estado em um comunicado conjunto.

O piloto decidiu pousar a aeronave em Colônia depois que os passageiros disseram ao pessoal da companhia aérea que ouviram os homens usando palavras como "bomba" e "explosivo", informou o jornal Bild, citando um porta-voz da polícia federal alemã.

Os homens tinham 31, 38 e 48 anos, disse um porta-voz da polícia de Colônia. A polícia informou em uma nota que não tinha informações prévias de segurança sobre os homens.

(Reportagem de Andrea Shalal, Gernot Heller e Reuters TV)

Reuters

 Reuters internacional