Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente da Coreia do Sul, Park Geun-Hye, em Seul. 29/11/2016 REUTERS/Jeon Heon-Kyun/Pool

(reuters_tickers)

SEUL (Reuters) - A Corte Constitucional da Coreia do Sul irá emitir a decisão sobre o impeachment da presidente do país, Park Geun-hye, na sexta-feira, comunicou o porta-voz do tribunal nesta quarta-feira.

Park foi afastada pelo Parlamento em dezembro e destituída de seus poderes até que a corte emita um veredicto sobre o afastamento.

Se o tribunal confirmar o impeachment, uma eleição presidencial será realizada em 60 dias, e se rejeitá-lo Park irá retomar a função.

A decisão será transmitida ao vivo pela televisão, disse o porta-voz Bae Bo-yoon a repórteres. Ele não quis comentar se os juízes já chegaram a uma conclusão.

Park é acusada de violar seu dever constitucional por se juntar com uma amiga, Choi Soon-sil, e pressionar grandes empresas do país para que fizessem contribuições a fundações criadas para apoiar suas políticas e permitir que ela exercesse influência em assuntos de Estado.

Park e Choi negaram qualquer irregularidade.

Ao menos seis dos oito juízes da banca têm que confirmar o impeachment para que o afastamento seja aprovado, já que o nono juiz, o chefe da corte que só arbitra apelos constitucionais, se aposentou em janeiro.

(Por Joyce Lee)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters