Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder da Omnium Cultural, Jordi Cuixart, acena enquanto deixa tribunal após ter ter testemunhado em Madri, Espanha 16/10/2017 REUTERS/Javier Barbancho

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - O Tribunal Superior da Espanha informou nesta segunda-feira que determinou que dois líderes de organizações separatistas da Catalunha fossem colocados sob custódia enquanto continuam sendo investigados por suspeita de insubordinação.

Os promotores alegaram que Jordi Sánchez, chefe da Assembleia Nacional Catalã (ANC), e Jordi Cuixart, chefe da Omnium Cultural, foram fundamentais para planejamento do referendo de independência realizado em 1º de outubro, que o governo espanhol considerou ilegal.

(Reportagem de Angus Berwick)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters