Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Aplicativo do Google em tela de celular 15/09/2017 REUTERS/Dado Ruvic/Illustration

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - O Tribunal Superior da Catalunha ordenou nesta sexta-feira que o Google exclua um aplicativo que estaria sendo usado por separatistas catalães para divulgar informações sobre a questionada votação sobre a independência da região no domingo.

O tribunal disse que o aplicativo "On Votar 1-Oct" na loja Google Play se opõe à decisão do Tribunal Constitucional espanhol em setembro de suspender o referendo enquanto determina legalidade da votação.

O tribunal também ordenou ao Google bloquear qualquer aplicativo desenvolvido pelo endereço de Gmail "Onvotar1oct@gmail.com", de acordo com a decisão escrita. Ninguém do Google na Espanha estava imediatamente disponível para comentar.

O governo da Catalunha disse na sexta-feira que está determinado a prosseguir com a votação que Madri diz ser ilegal.

(Por Angus Berwick e Robert Hetz)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters