Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos EUA, Donald Trump, fala com jornalistas antes de embarcar para Paris 09/11/2018 REUTERS/Kevin Lamarque

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta sexta-feira que assinou uma proclamação de imigração, um decreto que ajudará a banir efetivamente imigrantes que cruzam a fronteira dos EUA com o México ilegalmente de serem aptos ao pedido de asilo.

O governo Trump revelou novas regras na quinta-feira para limitar acentuadamente os pedidos de asilo ao barrar indivíduos que cruzam a fronteira sul dos EUA ilegalmente de solicitar asilo. As pessoas têm de entrar nos EUA pelos pontos de entrada, disse Trump antes de viajar a Paris.

O plano, que invoca a mesma autoridade usada por Trump para justificar sua proibição de viagem sobre cidadãos de países de maioria muçulmana, deverá ser rapidamente contestado na Justiça.

A administração Trump teve uma derrota judicial na quinta-feira, quando um tribunal federal de apelos na Califórnia determinou que o governo deve continuar um programa iniciado sob o ex-presidente Barack Obama que protege milhares de imigrantes ilegais que foram trazidos ao país quando crianças, conhecidos como Dreamers.

Trump disse que a decisão sobre o programa Deferred Action for Childhood Arrivals (DACA) era uma boa notícia, porque agora o governo pode recorrer ao caso na Suprema Corte dos Estados Unidos.

(Por Roberta Rampton)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters