Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante entrevista coletiva na Casa Branca 16/10/2017 REUTERS/Yuri Gripas

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta segunda-feira acreditar que Havana é responsável por uma série de incidentes que Washington afirma ter ferido pelo menos 22 diplomatas dos EUA em um período de meses em Cuba, levando Washington a reduzir sua presença lá.

"Eu acredito que Cuba é responsável", disse Trump em entrevista coletiva improvisada na Casa Branca. "Eu acredito nisso. E é um ataque muito incomum, como vocês sabem. Mas eu acredito que Cuba é responsável."

Os Estados Unidos não concluíram formalmente que Cuba tenha cometido os ataques, mas têm dito que Havana é responsável por garantir a segurança do pessoal diplomático dos Estados Unidos e não conseguiu fazê-lo.

Pelo menos 22 funcionários diplomáticos foram afetados pelos incidentes inexplicados, que causaram perda auditiva, tonturas, fadiga e problemas cognitivos. Alguns viajantes particulares dos EUA também foram atingidos.

(Reportagem de James Oliphant)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters