Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, durante pronunciamento na Casa Branca, em Washington 02/10/2017 REUTERS/Joshua Roberts

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta terça-feira que o autor do ataque a tiros de domingo em Las Vegas era um "indivíduo muito, muito doente", mas se recusou a chamar o incidente de terrorismo interno, e disse que as leis de armas norte-americanas serão discutidas.

"Nós iremos falar sobre leis de armas com o passar do tempo", disse Trump a repórteres, na Casa Branca.

Questionado se o ataque a tiros foi um ato de terrorismo interno, o presidente acrescentou: "Ele era um homem doente, um homem demente. Muitos problemas, eu imagino, e nós estamos investigando ele muito, muito seriamente".

(Reportagem de Jeff Mason e Doina Chiacu)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters