Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca, em Washington 31/07/2017 REUTERS/Joshua Roberts

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que os Estados Unidos consideram o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, "pessoalmente responsável" pela saúde e segurança de dois líderes de oposição presos na madrugada de terça-feira.

Em um comunicado divulgado pela Casa Branca na noite de terça, Trump disse que Leopoldo López e Antonio Ledezma são prisioneiros políticos detidos de forma ilegal pelo governo venezuelano.

"Os Estados Unidos consideram Maduro --que anunciou publicamente horas antes que agiria contra seus opositores políticos-- pessoalmente responsável pela saúde e segurança do sr. López, do sr. Ledezma e de qualquer outro preso", afirmou Trump.

López e Ledezma foram levados pelas forças de segurança de suas casas, onde cumpriam prisão domiciliar, após a eleição no domingo de uma polêmica Assembleia Constituinte convocada pelo governo e boicotada pela oposição.

(Reportagem da Redação de Washington)

Reuters