Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na Casa Branca, em Washington 25/09/2017 REUTERS/Joshua Roberts

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na noite de segunda-feira que Porto Rico está com "problemas sérios" desde que foi atingido pelo furacão Maria, e que será "preciso lidar" com os bilhões de dólares de dívidas do território norte-americano no Caribe com Wall Street e com os bancos.

"Porto Rico, que já estava sofrendo com uma infraestrutura defasada e uma dívida enorme, está com sérios problemas", escreveu Trump em uma série de postagens no Twitter.

"Sua rede elétrica antiga, que estava em um estado terrível, foi devastada. A maior parte da ilha foi destruída e, infelizmente, é preciso lidar com os bilhões de dólares devidos a Wall Street e aos bancos".

Trump não propôs nenhum plano para lidar com a dívida de Porto Rico. O território norte-americano, que tem 72 bilhões de dólares em dívidas, entrou com o maior pedido de falência governamental da história dos EUA no início deste ano.

O território foi atingido neste mês pelo furacão Maria, o mais forte a atingir Porto Rico em quase um século, que devastou a ilha caribenha ao se abater sobre o território com ventos ferozes e chuvas torrenciais.

Na segunda-feira, o governador de Porto Rico, Ricardo Rossello, pediu mais ajuda do governo dos EUA para evitar uma crise humanitária na ilha de 3,4 milhões de habitantes.

Também na segunda-feira o governo portorriquenho pediu a um juiz quatro semanas adicionais para cumprir prazos cruciais de seu processo de falência, uma vez que o furacão afetou profundamente sua infraestrutura já frágil.

A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse a repórteres em Washington que o governo norte-americano está realizando um processo de averiguação de fatos para determinar quanta ajuda Porto Rico necessita.

(Por Eric Beech)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters