Reuters internacional

Primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, faz discurso em Londres após eleição. 09/06/2017 Stefan Wermuth

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente francês, Emmanuel Macron, telefonaram para a primeira-ministra britânica, Theresa May, nesta sexta-feira, para cumprimentá-la depois que seu Partido Conservador ganhou o maior número de cadeiras na eleição nacional.

May, cujo partido não conseguiu ganhar maioria no Parlamento, disse que pretende comandar um governo minoritário apoiado pelo Partido Democrático Unionista da Irlanda do Norte.

"O presidente francês, Emmanuel Macron, ligou para felicitar a primeira-ministra e disse que estava satisfeito por ela continuar a ser parceira próxima", disse um porta-voz do gabinete de May em um comunicado.

"Eles concordaram que a forte amizade entre os nossos dois países era importante e que vai durar."

O porta-voz afirmou que May e Trump também concordaram em continuar a estreita cooperação entre os dois países.

Trump enfatizou seu compromisso com a "relação especial" entre os Estados Unidos e o Reino e disse que aguarda com expectativa para trabalhar com May "em objetivos e interesses compartilhados nos próximos anos", afirmou a Casa Branca em comunicado.

(Reportagem de Kylie MacLellan e William James)

Reuters

 Reuters internacional