Reuters internacional

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e primeira-dama norte-americana, Melania Trump, ao lado do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e sua esposa, Sara, no aeroporto internacional de Ben Gurion perto de Tel Aviv. 22/05/2017 REUTERS/Amir Cohen

(reuters_tickers)

Por Amir Cohen

TEL AVIV (Reuters) - Sara Netanyahu, mulher do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ofereceu palavras de solidariedade ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e à sua mulher, Melania, que visitam seu país nesta segunda-feira, dizendo que as pessoas ainda os amam, apesar da cobertura negativa da imprensa.

A postos no tapete vermelho e conversando minutos depois de Trump e a primeira-dama chegarem ao aeroporto Ben-Gurion de Tel Aviv no avião presidencial Força Aérea Um, Sara foi flagrada pelas câmeras trocando algumas palavras em particular com os visitantes.

"A maioria do povo de Israel, ao contrário da mídia, nos ama, então lhes dizemos como vocês são ótimos e eles os amam", disse Sara a Trump e sua esposa.

Trump respondeu: "Temos algo muito em comum."

A Presidência de Trump vem recebendo uma cobertura midiática majoritariamente negativa nos EUA e na mídia internacional, entre outros motivos por ele ter demitido o então diretor do FBI, James Comey, e por causa da investigação sobre supostos laços entre seu governo e a Rússia.

Em Israel na segunda etapa de sua primeira turnê ao exterior desde que tomou posse, Trump vai se encontrar separadamente com o premiê Netanyahu e com o presidente palestino, Mahmoud Abbas, em uma estadia que mal irá durar 28 horas.

Sara Netanyahu afirmo: "Falo em todo lugar sobre como vocês são ótimos." E Netanyahu confirmou dizendo: "Posso confirmar isso."

Reuters

 Reuters internacional