Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Primeira-ministra britânica, Theresa May, e presidente dos EUA, Donald Trump, durante reunião em Hamburgo 08/07/2017 REUTERS/Carlos Barria

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e a primeira-ministra britânica, Theresa May, concordaram, durante um telefonema nesta terça-feira, que a China precisa fazer mais para persuadir a Coreia do Norte a cessar seus testes de mísseis, disse um porta-voz de May.

"A primeira-ministra e o presidente concordaram com o papel fundamental que a China tem que desempenhar e que é importante que eles usem toda a influência que têm para garantir que a Coreia do Norte pare de realizar esses atos ilegais para que possamos garantir a segurança", afirmou ele.

May também disse que trabalharia com líderes da UE em novas medidas que o bloco possa tomar para pressionar a liderança norte-coreana, disse o porta-voz.

(Por William Schomberg)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters