TÓQUIO (Reuters) - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, concordaram em manter pressão sobre a Coreia do Norte até que Pyongyang abandone seus programas nuclear e de mísseis, informou o Ministério de Relações Exteriores do Japão nesta quinta-feira.

Os dois líderes confirmaram durante telefonema na noite de quarta-feira que não haverá "nenhum diálogo significativo" a não ser que a Coreia do Norte concorde com uma "desnuclearização completa, verificável e irreversível", disse o ministério em comunicado.

"Diálogo só pelo diálogo seria sem sentido", disse Abe a repórteres após os telefonemas.

(Reportagem de Kaori Kaneko e William Mallard)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.