Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos EUA, Donald Trump. 16/02/2017. REUTERS/Carlos Barria

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O presidente norte-americano, Donald Trump, indicou nesta quinta-feira R. Alexander Acosta, ex-integrante do Conselho Nacional de Relações Trabalhistas, para atuar como secretário do Trabalho dos Estados Unidos, um dia depois do escolhido inicialmente ter desistido da nomeação.

Acosta é decano da Universidade Internacional de Direito da Flórida, em Miami, e o primeiro hispânico indicado por Trump.

"Ele tem uma carreira tremenda”, afirmou Trump a jornalistas reunidos na Casa Branca. “Eu acho que ele será um tremendo secretário do Trabalho.”

Antes de retornar ao setor privado, Acosta passou décadas no setor público, trabalhando em três cargos apontados pelo presidente e confirmados pelo Senado.

Ele foi indicado para o Conselho Nacional de Relações Trabalhistas pelo ex-presidente republicano George W. Bush, que também o nomeou para a Divisão de Direitos Civis do Departamento de Justiça.

A primeira escolha de Trump para secretário, Andrew Puzder, executivo da CKE Restaurants, retirou o seu nome na quarta-feira em meio a preocupações de que ele poderia não reunir votos suficientes para ser confirmado pelo Senado.

(Por Steve Holland e Amanda Becker)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters