Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, e seu futuro chefe de gabinete rechaçaram nesta quarta-feira relatos de que autoridades russas teriam arquivos de informações comprometedoras sobre o empresário republicano, que toma posse em nove dias.

O porta-voz de Trump Reince Priebus, perguntado sobre os relatos no programa "Today", da rede NBC, disse que levou a questão a Trump. "Ele disse que era 'lixo total e estou mantendo isto limpo'", disse Priebus.

Em publicação no Twitter, Trump destacou a rejeição do Kremlim ao assunto como uma "completa e total fabricação".

(Reportagem de Doina Chiacu e Mohammad Zargham)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters