Navigation

Trump se reúne com republicanos da Câmara para insistir em alegações de fraude eleitoral

12/12/2020 REUTERS/Cheriss May reuters_tickers
Este conteúdo foi publicado em 22. dezembro 2020 - 16:17

Por Steve Holland

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reuniu-se com um grupo de parlamentares republicanos na segunda-feira em meio à sua tentativa até agora frustrada de dar ímpeto às alegações de que a eleição presidencial de 3 de novembro, vencida pelo democrata Joe Biden, foi manipulada.

Trump vem buscando maneiras de impedir a certificação da vitória de Biden no Congresso norte-americano no dia 6 de janeiro. O triunfo já foi certificado pelo Colégio Eleitoral, e Biden se prepara para tomar posse em 20 de janeiro.

O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, anunciou a reunião no Twitter.

"Vários membros do Congresso terminaram agora uma reunião no Salão Oval com o presidente @realDonaldTrump, preparando-se para reagir aos indícios crescentes de fraude eleitoral. Fiquem ligados", tuitou Meadows.

Uma fonte a par do encontro disse que os parlamentares presentes são aliados confiáveis de Trump na Câmara dos Deputados, como Matt Gaetz, Jim Jordan e Mo Brooks. A Casa Branca não quis fazer mais comentários sobre a reunião.

Trump também está estudando se nomeia um procurador especial para investigar suas alegações de fraude eleitoral maciça, já que as tentativas de sua equipe de impor tais alegações fracassaram em vários tribunais, devido sobretudo à falta de indícios.

Trump debate com conselheiros como refutar os resultados eleitorais enquanto a pandemia de coronavírus assola o país.

Partilhar este artigo