Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Área danificada pelo furacão Maria em Canovanas, em Porto Rico 26/09/2017 REUTERS/Carlos Garcia Rawlins

(reuters_tickers)

Por Robin Respaut e Dave Graham

SAN JUAN, Porto Rico (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, suspendeu temporariamente as restrições de remessas estrangeiras dos EUA para Porto Rico nesta quinta-feira para ajudar o território norte-americano a receber suprimentos rapidamente e a se recuperar da devastação provocada pelo furacão Maria.

Mesmo assim, Porto Rico enfrenta grandes obstáculos logísticos para distribuir itens de grande necessidade como alimentos, água potável e combustível. A maioria dos 3,4 milhões de habitantes da ilha caribenha também está sem eletricidade.

Brock Long, administrador da Agência Federal de Gestão de Emergências dos EUA (Fema), disse estar insatisfeito com a resposta federal, mas que as operações de auxílio vêm sendo prejudicadas pelos danos no sistema de controle de tráfego, aeroportos e portos.

Contêineres de carga estão se acumulando nos portos de Porto Rico desde a passagem do Maria, que atingiu o território em 20 de setembro causando inundações generalizadas e grandes danos a casas, ruas e outras estruturas.

O governador de Porto Rico, Ricardo Rossello, solicitou uma dispensa da Lei Jones, que limita as remessas entre portos do país para embarcações de propriedade e operação norte-americanas, para que não haja impedimento ao envio de suprimentos.

A dispensa, que vigorará por 10 dias e cobrirá todos os produtos enviados a Porto Rico, foi assinada na manhã desta quinta-feira pela secretária do Departamento de Segurança Interna, Elaine Duke, informou a própria entidade em um comunicado.

Ao contrário de Brock, Duke disse aos repórteres nesta quinta-feira que está "muito satisfeita" com a resposta federal ao Maria. "O esforço de auxílio está sob controle. Está prosseguindo muito bem", disse.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters