Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BRUXELAS (Reuters) - A União Europeia manifestou grande preocupação nesta quarta-feira, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconheceu Jerusalém como a capital de Israel, dizendo que isso poderia ter repercussões para as perspectivas de paz.

"As aspirações de ambas as partes devem ser realizadas e uma maneira deve ser encontrada através de negociações para resolver o status de Jerusalém como a futura capital de ambos os Estados", afirmou a chefe de Relações Exteriores da UE, Federica Mogherini, em um comunicado.

Trump reverteu décadas de política externa dos EUA ao reconhecer Jerusalém como a capital israelense. Ele disse que Washington começará o processo para transferir sua embaixada de Tel Aviv para Jerusalém.

(Reportagem de Julia Fioretti)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters