Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ministro de Economia espanhol, Luis de Guindos, durante entrevista com a Reuters no Ministério de Economia, em Madri 05/10/2017 REUTERS/Sergio Perez

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - Uma Catalunha independente seria expulsa da União Europeia e da zona do euro, o que prejudicaria diretamente a economia da região do nordeste espanhol, afirmou o ministro de Economia da Espanha, Luis de Guindos, nesta quarta-feira.

"Ela sairia de todos os tratados, 70 por cento de seu produto interno bruto estaria sujeito a tarifas e fronteiras físicas. Ela sairia da zona do euro e os bancos não teriam cobertura do BCE... ela teria que criar sua própria moeda, que seria muito desvalorizada", disse o ministro ao Parlamento espanhol, nesta quarta-feira.

Tamanha desvalorização levaria a uma queda estimada de 25 a 30 por cento no crescimento econômico regional, a uma inflação elevada e ao dobro das taxas de desemprego, acrescentou.

(Reportagem de Paul Day)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters