Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Zinedine durante entrevista em Madri 22/4/2017 REUTERS/Sergio Perez

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - A lenda do futebol francês Zinedine Zidane advertiu contra votar no partido Frente Nacional, da candidata Marine Le Pen, no 2º turno da eleição presidencial da França no dia 7 de maio, repetindo seu posicionamento de 2002 contra a legenda de extrema-direita.

"É a mesma situação que em 2002, que eu estou muito distante dessas ideias, da Frente Nacional, e que nós devemos evitar o máximo possível", disse Zidane, que é frequentemente eleito uma das personalidades mais influentes da França e que é muito conhecido como um dos melhores jogadores na história do esporte.

Zidane, técnico do time de futebol espanhol Real Madrid, falou após um treino da equipe. Ele nasceu em Marselha, no sudeste da França e tem ascendência argelina.

Le Pen segue o rastro do candidato de esquerda, Emmanuel Macron, com 39 por cento das intenções de voto, contra 61 por cento dele, segundo uma pesquisa interativa da Harris, para o canal de TV parlamentar LCP exibida na quinta-feira.

Diversas figuras políticas convencionais da França convocaram diretamente os eleitores para apoiar Macron, depois que seus próprios candidatos não conseguiram chegar ao segundo turno. Como Zidane, outros não apoiaram explicitamente o candidato de centro, mas pediram que os eleitores não votem em Le Pen.

(Reportagem de Guillermo Martinez)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters