Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Funcionário do zoológico Al Zawra alimenta leão branco 15/06/2017 REUTERS/Khalid al-Mousily

(reuters_tickers)

BAGDÁ (Reuters) - Um zoológico do Iraque exibiu um filhote raro de leão branco para marcar o primeiro aniversário do animal nesta semana, e autoridades revelaram a esperança de dar as boas-vindas a mais um dos felinos incomuns nas próximas semanas.

O leão nascido no zoológico Al Zawra, em Bagdá, foi o primeiro a vir à luz no país. Autoridades dizem que sua mãe está grávida novamente e torcem para que o próximo filhote também seja um leão branco.

    "Esperamos que outro nascimento de um filhote de leão branco ocorra deste mesmos pai e mãe, já que eles têm os mesmos genes, que é a brancura", disse Seif Taufiq, treinador de leões e tigres do zoológico.

"Se Deus quiser, cem por cento, darão a luz a um filhote de leão branco", acrescentou.

    Os leões brancos são uma mutação genética única das áreas dos Parques Nacionais Timbavati e Kruger do sul da África, e estiveram tecnicamente extintos durante ao menos 12 anos até serem reintroduzidos à vida selvagem em 2004.

    Acredita-se que existem menos de 13 leões brancos na natureza e no máximo 300 em cativeiro, de acordo com a entidade Proteção Global do Leão Branco.

    O zoológico, cuja população de animais foi dizimada durante a guerra de 2003, permite visitas ao leão branco duas horas por dia.

    (Por Mohammed Kaftan)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters