Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Sabena deve virar suíça

O Grupo SAir - a que pertence Swissair e Balair - eleva de 49,5 a 85 por cento sua participação no capital da empresa aérea belga Sabena. O acordo passa a vigorar no ano que vem. Mas depende da aprovação de acordos bilaterais Suíça-União Européia.

Sabena deverá pertencer ao Grupo SAir dentro de cerca de um ano. O acordo assinado em Bruxelas na quarta-feira passa a funcionar o mais tarde no primeiro semestre de 2001.

Isto vai depender da aprovação pelo povo suíço em 21 de maio, os 7 acordos bilaterais com a União Européia - regulamentando circulação de pessoas, bens e serviços. Mas o SIM parece provável.

Em contrapartida o governo belga adquire 3,3 por cento de SAir, sendo que o governo suíço detém 3,2 por cento do capital do grupo.

Sabena conservará seu nome e sua identidade mas deverá continuar a desenvolver seu projeto "Airline Management Partnership" (parceria de administração aérea).

Com o acordo a Swissair procura fortalecer sua posição na Europa. Além de dispor de 69 por cento do capital da suíça Crossair, controla totalmente na França Air Liberté e tem 49 por cento de Air Littoral e AOM.

Em Portugal detém 34 por cento das ações de TAP Air Portugal e 42 por cento de Portugalia.

Na Itália 45 por cento de Air Europa e 34 por cento de Volare.

Na Alemanha 49,9 por cento de LTU. Na Polônia, 37 por cento da LOT além de 20 por cento de South African Airways e 10 por cento da Austrian Airlines, segundo participações publicadas pelo jornal "Le Temps" de Genebra.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.