Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Salário mínimo de 3000 francos é "suportável"

Manifestantes reivindicando salário mínimo no Dia do Trabalho

(Keystone)

A economia suportaria bem um salário mínimo de 3000 a 3400 francos - ou seja, de 1750 a 2000 dólares. É o que afirma estudo realizado por especialistas a pedido da União Sindical Suíça USS - a maior central sindical do país.

A aplicação da medida deveria ser realizada por etapas, dizem os especialistas. Justamente para que não pese para a economia.

Eles estimam que a introdução de salários mínimos não deve causar aumento da massa salarial superior a 1,5 ou 2 por cento por ano. E a conseqüências para os custos e os preços seriam "muito restritas".

Na opinião dos especialistas encarregados do estudo pela USS, os preços aumentariam em média de 0,4 a 1 por cento, em função de um mínimo de 3000 ou 3350 francos suíços.

Calculam ainda que um salário de 3350 francos pode pesar mais em certos setores. Os encargos salariais nos setores do vestuário, couro e calçados variariam de 3,9 a 11,6 por cento.

Já em setores como limpeza, comércio varejista, e restaurantes - em que os salários continuam geralmente muito baixos - ele acham que se deve instaurar um sistema progressivo de aumentos. Com o piso de 3000 francos, a massa salarial aumentaria de 2,4 a 6,7 por cento.

swissinfo com agências.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.