Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Socialistas querem unificar imposto

Um casal com dois filhos que ganha 100 mil francos por ano, paga 12.455 de impostos no estado de Jura e 4,756 em Zoug

(swissinfo.ch)

O Partido Socialista, um dos maiores do país, propõe um imposto básico unificado em toda a Suíça. A intenção é eliminar as discrepâncias entre cidadãos e conter a concorrência tributária entre os estados.

Devido a própria história da Suíça, tudo é muito descentralizado no país, a começar pelos impostos. Isso tem muitas vantagens como manter o poder mais próximo dos cidadãos mas também incovenientes e até injustiças em matéria tributária.

Dependendo do estado e da cidade onde reside, um cidadão com o mesmo salário e os mesmos encargos, pode pagar mais do triplo de impostos de outro que mora em outra região.

Nova lei seria insuficiente

Para tentar corrigir as disparidades entre estados, o governo elaborou e o Parlamento aprovou uma nova equação fiscal. No entanto, o PS calcula que a nova fórmula vai compensar apenas 1/5 da injustiças.

Se não conseguir apoio suficiente no Parlamento, o PS promete lançar uma iniciativa popular para submeter a questão ao voto dos eleitores. A idéia é obter a maior harmonização fiscal possível em todo o país, a nível cantonal e municipal, para pessoas físicas e jurídicas.

Como é muito difícil politicamente centralizar qualquer coisa na Suíça, o PS propõe manter uma margem de 20% como margem de variação para os estados e municípios.

Justificando a proposta, a presidente do PS, Christiane Brunner, afirmou que "em sua própria estrutura, nosso sistema fiscal é injusto e precisa ser corrigido".

swissinfo

×