Se todos vivessem como os suíços, precisaríamos de recursos de três planetas

O suíço consome em média cerca de 50 kg de carne por ano; a média dos países da OCDE é 70 kg. A WWF recomenda cortar para cerca de 15 kg ao ano. Keystone / Melanie Duchene

Para destacar a rapidez com que os seres humanos estão exaurindo a Terra, os ativistas ambientais preveem quando os países terão esgotado sua parcela anual de recursos naturais. Para a Suíça, esse dia cai hoje, 8 de maio, bem à frente da média mundial.

O Dia da Superação da Terra, calculado pela Global Footprint Network (Rede Mundial da Pegada de Carbono), deverá ocorrer no final de julho ou início de agosto. Na década de 1970, esse dia chegava em novembro ou dezembro.

"Devido ao seu nível de consumo relativamente alto, a Suíça é um dos países com pegadas ambientais per capita desproporcionalmente altas", escreveu Karine Siegwart, diretora adjunta do Departamento Federal do Meio Ambiente da Suíça, em um estudo recente.

Mais da metade dos que se deslocam na Suíça vão para o trabalho de carro em vez de pegar transporte público, andar de bicicleta ou a pé. Em média, cada suíço voa cerca de 9.000 km por ano, o dobro do que há 20 anos.

No interior, a Suíça usa mais óleo para aquecimento do que outros países europeus e está acima da média quando se trata de perda de calor devido ao mau isolamento dos edifícios. Per capita, os residentes suíços jogam fora mais lixo do que a maioria dos outros europeus.

"Muitos suíços têm a impressão de que somos especialmente respeitosos do meio ambiente", disse Thomas Vellacott, diretor-gerente da WWF Suíça. "Infelizmente, o oposto é verdade".

As conseqüências serão caras, advertiu ele. "Hoje e a longo prazo, isso causa custos financeiros, sociais e ecológicos cada vez maiores, que devem ser arcados pelo público em geral".

À frente dos Estados Unidos, atrás da China

De acordo com a Global Footprint Network, a Suíça ocupa o 41º lugar na lista dos dias de excesso nacional. O Qatar ocupa o primeiro lugar, (11 de fevereiro), Luxemburgo (16 de fevereiro) o segundo e os Emirados Árabes Unidos (7 de março) o terceiro.

Também à frente da Suíça estão os Estados Unidos (14 de março), Canadá (18 de março), Áustria (8 de abril), Cingapura (11 de abril), Rússia (25 de abril) e Alemanha (3 de maio).

No entanto, outros grandes países em desenvolvimento e desenvolvidos estão atrás da Suíça: Entre eles estão Japão (12 de maio), França e Itália (14 de maio), Inglaterra (16 de maio), Portugal (25 de maio), Espanha (27 de maio) e China (13 de junho).

No extremo oposto, estão Cuba (1º de dezembro), Marrocos (16 de dezembro) e Quirguistão (26 de dezembro).

Impacto do Coronavírus ainda não está claro

Em 2018 e 2019, o Swiss Overshoot Day caiu em 7 de maio. Antes disso, era 27 de abril (2017), 22 de março (2016) e 13 de abril (2015). "Algumas vezes o Swiss Overshoot Day ocorre alguns dias antes, outras vezes alguns dias depois. Este ano tem a ver com o fato de termos um ano bissexto", disse a porta-voz da WWF Suíça, Corina Gyssler.

Ela também observou que as flutuações podem resultar de melhorias nos dados ou atualizações de cálculos.

Enquanto o Dia de "overshoot" da Suíça tem sido relativamente estável, o dia global tem se aproximado gradualmente. A organização anunciará a data do Dia da Superação da Terra 2020 no início do próximo mês.

As datas deste ano para países individuais são baseadas em dados do ano passado, e não levam em conta a pandemia do coronavírus, dizem seus autores.

"Ainda é muito cedo para dizer, pois os dados sobre essas mudanças significativas são limitados", observa a Global Footprint Network em seu site.

Como a sua pegada ecológica mudou nos últimos anos? Informe-nos nos comentários ou entre em contato com a autora deste artigo no Twitter: @SMisicka



Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo