Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Combate à pobreza Assistência social reduz pela metade pobreza na Suiça

Muito mais pessoas estariam vivendo abaixo da linha de pobreza se não recebessem assistência social.

(Keystone)

Aproximadamente 600 mil pessoas são consideradas pobres na Suíça. Sem a assistência social - que engloba pensões, ajuda-desemprego, subsídios para a saúde e moradia - esse número seria mais do que o dobro.

No relatório intitulado "Pobreza antes da assistência social", realizado pelo Departamento Federal de Estatísticas, os técnicos calcularam a proporção da população que seriam afetadas pela pobreza quando não recebessem nenhuma forma de assistência social (sem incluir as pensões).

Em 2015, esse seria o caso de 1,3 milhões de pessoas, o que corresponde a 15.9% da população. Neste ano, 570 mil pessoas estariam vivendo abaixo da linha de pobreza, definida na Suíça como uma renda mensal de CHF2.239 (US$ 2.285) para uma pessoa e CHF3.984 para um casal com duas crianças.

Casais com filhos jovens ou várias crianças são os que mais se beneficiam da assistência social, como mostra o relatório. Sem essa ajuda, 18% dessas famílias seriam consideradas pobres - o dobro das famílias sem filhos (7,7%).

Como resultado da ajuda social, as taxas de pobreza também diminuíram consideravelmente entre as famílias monoparentais, desempregados e estrangeiros. No entanto, esses grupos continuam sendo os mais afetados pela pobreza, mesmo depois de receber ajuda financeira.

O relatório foi publicado na terça-feira (17.10) para coincidir com o 25° Dia Internacional da ONU para Erradicação da Pobreza. Neste ano o tema se baseia na "importância dos valores de dignidade, solidariedade e voz", como explica o secretário-geral da ONU, Antônio Guterres, no vídeo abaixo (em inglês):

guterres

Secretary-General Antonio Guterres talks about eradicating poverty


Adaptação: Alexander Thoele, swissinfo.ch and agencies/ts

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×

Destaque