Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Justiça internacional Onde devemos julgar os criminosos de guerra?

A jurisdição universal diz que crimes como o genocídio são tão hediondos, que eles podem ser julgados em qualquer lugar, não importa onde foram cometidos. O leitor consideraria correto para um país tentar penalizar um criminoso de guerra, caso este não tenha cometido crimes em seu solo?

Desde o final da II Guerra Mundial, mais de 15 países exerceram jurisdição universal. Mas os opositores argumentam que se trata de uma violação da soberania de outros países e que processos semelhantes podem degenerar em julgamentos politicamente orientados.

A pergunta ao leitor: cada país pode, independentemente do local do crime e da nacionalidade do autor ou a vítima, julgá-lo e condená-lo? Seria mais importante julgar esses criminosos de guerra em seus próprios países ou pelos tribunais nacionais e internacionais no estrangeiro?

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.