Navigation

Nova moda na Suíça: os "Fashion Days" de Zurique

Entre as novidades, um show de moda de novos designers courtesy of Basel designer Lela Scherrer

Enquanto outras capitais apresentam as "fashion weeks", como Rio e São Paulo, Zurique tenta não ficar atrás organizando os primeiros "Fashion Days" da cidade.

Este conteúdo foi publicado em 05. novembro 2010 - 19:05
Susan Vogel-Misicka, swissinfo.ch

O evento de quatro dias foi aumentado para incluir um fórum de negócios, concursos de prêmios e sete blocos de desfiles de moda no centro cultural Puls 5.

"A Suíça é bastante conhecida pelo design - em especial os têxteis e a arquitetura. Mas não é como a Itália ou a França, onde se nasce com a moda no sangue", disse Erhard Schwendimann, diretor da fábrica de calçados suíços Bally para a região Europa meridional e ocidental.

"Swiss style"

Fundada em 1851, Bally foi uma das primeiras marcas de luxo do mundo.

"Nós também fomos um dos primeiros no mercado internacional. A Suíça é muito pequena, por isso tivemos nos voltar para o exterior", explica Schwendimann à swissinfo.ch, acrescentando que o clima local tem influência sobre a moda: enquanto Bally vende sandálias na Espanha, os suíços estão pensando em botas.

O país não dispõe de muitas grifes de moda conhecidas internacionalmente, mas oferece uma escolha enorme de oportunidades para os compradores.

"A Suíça tem uma oferta enorme para o consumidor. Todas as grandes marcas estão representadas, o que mostra que a Suíça é um mercado importante ", disse Schwendimann, que participa do fórum de negócios da sexta-feira, no qual o tema debatido é "Suíça como centro da moda e dos tecidos".

Felix Sulzberger, CEO do Grupo Calida, concorda com seu colega da Bally. "Os consumidores suíços são muito conscientes da moda e das grifes, o que os torna um mercado interessante para muitas marcas", disse Sulzberger. Ele também se apresenta no fórum de sexta-feira.

Em homenagem aos "fashion days", Calida criou uma coleção de lingerie em edição limitada com laço preto e fita roxa. A marca de moda íntima vai desfilar na passarela sexta à noite.

Bally também está organizando uma exposição especial em cooperação com a Faculdade de Artes da Universidade de Zurique (ZHdK), a "Dream Factory", uma mostra que conta a história da empresa de calçado. Ela permanecerá aberta ao público até domingo no Greutmann Bolzern Design Studio.

Imagem renovada

Embora não seja o lugar mais chique para se fazer compras, a cadeia de lojas Charles Vögele está aproveitando das comemorações do seu 55º aniversário para renovar sua imagem. Uma das medidas é o patrocínio principal dos Fashion Days de Zurique.

Para injetar um pouco de glamour em sua marca Biaggini, Vögele contratou as atrizes Penélope Cruz e Mónica Cruz. "Estamos extremamente felizes por ter encontrado neste duo, o carisma, o entusiasmo pela vida, a filosofia e o senso da moda que combina perfeitamente com Charles Vögele", declarou André Maeder, CEO do grupo Charles Vögele, quando a parceria foi anunciada no início deste ano.

As irmãs Cruz criaram uma nova linha de roupas para Vögele, apresentada no show de abertura da quarta-feira à noite. Chamada Biaggini Violett, a linha apresenta roupas de alta qualidade para noite e ocasiões especiais. Vögele tem 800 lojas em nove países da Europa.

Novos talentos

O Prêmio Têxtil da Suíça, criado em 2000, agora faz parte do pacote do novo Fashion Days. Ele será atribuído a um dos seis finalistas que apresentarão suas últimas criações na passarela.

A novidade desse ano é um outro desfile de moda com estilistas da nova geração da Suíça. Cinco novas grifes que estão ganhando terreno foram escolhidas para realçar as modelos da manhã de quinta-feira.

Redley Exantus, um designer de Nova York que se instalou em Genebra há alguns anos, onde criou a grife Exantus, está entre os destaques de Zurique destes dias.

"Adoro me apresentar em Zurique, quando tenho a oportunidade, porque acho que é a cidade é o melhor lugar para se mostrar para quem está na Suíça. Participar nos Fashion Days de Zurique é muito importante para mim - isso valida o minha posição como designer de modas suíço", disse Exantus à swissinfo.ch.

Para a estilista, a indústria têxtil suíça é uma parte fundamental do cenário da moda suíça, que tende a "ser absorvida pelos centros de moda ao redor e as influências que saem de Paris e Milão".

Uma olhadinha para atrás

Os Fashion Days também contam com a participação de antigos colaboradores: o americano Alexander Wang, vencedor do Prêmio Têxtil da Suíço 2009, retorna a Zurique para mostrar desenhos com materiais suíços que fizeram parte do prêmio do ano passado.

Na manhã de sexta-feira, Tran Hin Phu, vencedor do prêmio de 2001, será um dos cinco designers da Suíça que apresentará uma coleção. De origem chinesa- vietnamita, Phu cresceu em Berna e agora dirige uma empresa de moda feminina com muito sucesso em Zurique.

Kaviar Gauche também participa do evento. A grife alemã de bolsas e roupas foi indicada ao Prêmio Têxtil da Suíça há alguns anos.

A dupla de designers de Berlim convidou a vencedora do Prêmio Annabelle deste ano para um estágio na empresa. Patrocinado pela revista Annabelle, o prêmio deve ser concedido a um jovem designer suíço na noite de sexta-feira.

Indústria têxtil da Suíça

Como setor industrial mais antigo da Suíça, a indústria têxtil do país garante desde o século XVIII uma exportação de alto nível.

Hoje, a maioria da produção suíça ainda é exportada. Em 2009, 74% de todas as exportações de têxteis foram para os países membros da UE. No entanto, o mercado asiático também vem ganhando destaque com 12,6 % das vendas.

Na indústria de vestuário, metade de todas as exportações suíças em 2009 também foi para a UE. Além disso, os EUA, em particular, estão se tornando um mercado cada vez mais importante, com 4.1 % das vendas.

Fonte: Federação Têxtil Suíça

End of insertion

Zurich Fashion Days

O Charles Vögele Fashion Days Zurich acontece entre os dias de 03 a 06 de novembro de 2010.

Está aberto ao público em geral e os bilhetes para vários eventos estão disponíveis a partir de SFr40,00 (U$ 41,00).

Os destaques incluem:

Noite de Abertura Charles Vögele

“Stars of Tomorrow”
- “Upcoming Designers” da Suíça
- Prêmio Têxtil da Suíça

Noite Fashion Suíça
- Apresentando designers suíços
- Prêmio Annabelle

Sua vez de brilhar
- Moda infantil
- "Gala International Closing Show”

End of insertion

Uma estrela suíça: Akris

Em outubro de 2010, o designer de moda Albert Kriemler, da grife Akris, foi homenageado por suas contribuições no design da moda na 27a edição anual do Fashion Group International. O tema deste ano foi "Os Globalistas" - os talentos de destaque no campo da moda, da arquitetura, da beleza, do design e do entretenimento.

"É uma honra muito especial para mim receber o meu primeiro reconhecimento internacional aqui em Nova York - a cidade onde os cinco continentes se encontram e os nossos primeiros passos foram dados com Bergdorf Goodman 20 anos atrás", disse Kriemler após receber o prêmio.

Com sede em St. Gallen, Akris tem lojas em todo o mundo, incluindo Nova York, Boston e Londres.

End of insertion

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?