Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça é o país mais caro da Europa

Consumidores suíços pagam mais caro que os da União Européia.

(Keystone)

Os suíços detém o recorde, que ninguém inveja, de viver num país realmente muito caro.

Para a Secretaria de Estado da Economia (SECO) isso ocorre devido a falta de concorrência e ao excesso de regulação do mercado.

A Suíça é a ilha da carestia. A constatação é de dois estudos recentes feitos por dois institutos de análises econômicas (Infras, de Zurique, e Bak, de Basiléia).

Leite é 62% mais caro

Esse estudo está sendo analisado pelos técnicos da Secretaria de Estado da Economia (SECO), que encomendou a pesquisa.

O estudo comparou os preços praticados na Suíça com os mesmos produtos na Alemanha, Áustria, França, Itália, Portugal e Suécia, todos membros da União Européia (UE).

O resultado é que os preços na Suíça são 33% mais elevados do que nesses países. Alimentação, aluguel, serviços médicos, eletrodomésticos e transportes são 40% mais caros. O leite é 62% mais caro na Suíça.

Os autores do estudo constatam que em 44% dos casos os preços altos são devidos à falta de concorrência. A legislação social ou de proteção do meio ambiente encarecem a metade dos produtos pesquisados.

Quanto aos supostos salários mais elevados, eles são responsáveis pela alta de apenas 11% dos casos de produtos mais caros.

"Temos uma boa competitividade internacional mas o problema está na economia interna, onde uma parte importante de economia está protegida da concorrência", reconhece o ministro da Economia, Joseph Deiss.

Cartéis e monopólios

No setor de distribuição de alimentos, por exemplo, duas redes de supermercado suíças (Coop e Migros) detém 90% dos pontos de venda e comercializam 80% dos produtos agrícolas.

Com uma verdadeira concorrência na agricultura, indústria química, eletrônica, relojoaria, hotelaria e restaurantes, os autores do estudo calculam que a queda dos preços seria de 19 bilhões de francos (US 14 bi) por ano.

Além da queda dos preços, uma maior concorrência estimularia também a inovação de vários setores da economia, como ocorreu na Suíça com a liberalização das telecomunicações com a generalização dos celulares e da banda larga.

Uma nova lei sobre os cartéis deve entrar em vigor dentro de seis meses mas o ministro da Economia diz que instaurar mais concorrência, em pequenas doses politicamente suportáveis.

swissinfo

Breves

- Preços foram comparados com os de vários países da União Euroéia.

- Em média, a Suíça é 33% mais cara.

- Os salários são responsáveis pela alta de apenas 11% dos produtos pesquisados.

- A economia suíça ainda tem muitos cartéis e monopólios.

- A solução seria aumentar a concorrência e aderir à União Européia mas isso teria um preço político.

- Uma nova legislação sobre os cartéis deve entrar em vigor dentro de seis meses.

Aqui termina o infobox


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×