Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça é país dos fumantes

Cigarros na Suíça são os mais baratos da Europa. 43% dos jovens entre 16 e 24 anos fumam.

(Keystone)

Senado Federal não permite governo aumentar imediatamente o preço do maço de cigarros para mais de 5,60 francos suíços (3,94 dólares).

Na Europa, a Suíça tem os menores preços do tabaco. Jovens suíços, entre 16 e 24 anos, são os maiores consumidores de cigarros no continente: 43% deles fumam.

“O país onde o tabaco é rei” é o título da matéria de destaque do jornal suíço “Le Temps”, publicada na última quarta-feira (04.12). Esse tema traz polêmicas num país onde anualmente morrem mais de 8.600 suíços devido a problemas provocados pelo fumo, mas que movimenta uma indústria milionária de 3,5 bilhões de francos suíços (2,37 bilhões de dólares) e dá emprego a mais de 12 mil pessoas.

A reportagem ressalta a importância da indústria do tabaco, os impostos gerados pelo consumo, mas lembra-se dos altos custos de saúde. Sua publicação deveu-se a um evento político ocorrido na segunda-feira (2.12), quando o Senado Federal decidiu impedir que o governo aumentasse drasticamente o preço do maço de cigarros acima dos 5,60 francos suíços (3,94 dólares). Dessa forma, o governo irá autorizar o aumento gradual do cigarro, até que este atinja a média dos preços europeus.

Campeões do fumo

Os suíços estão nos primeiros lugares do consumo de cigarros na Europa, equiparando-se aos poloneses, húngaros e gregos, de acordo com estatísticas do Instituto Suíço de Prevenção do Alcoolismo e outras Toxicomanias (SFA-ISPA). Pelo número de habitantes, eles consomem em média mais de oito cigarros por dia, ultrapassando países como a Alemanha e a Inglaterra (de 6 a 8), França ePortugal (de 4 a 6) e Albânia, onde a pobreza reinante permite que a população fume apenas entre 2 e 4 cigarros por dia.

As estatísticas revelam também que a Suíça conta com 1,95 milhões de fumantes, com idades que variam entre os 15 e 74 anos. Isso corresponde a mais de 33% da população. Essa paixão pelo tabaco poder ser um resultado dos preços do cigarro: na Suíça, eles são os mais baratos da Europa, levando-se em conta o poder de compra de cada país. Nesse parâmetro, os ingleses pagam 145% a mais, os noruegueses 89%, os alemães 36% e os portugueses 12%. (dados da Organização Mundial da Saúde).

Os custos para a saúde

O apego suíço ao fumo tem também seu lado negativo. Os custos provocados pelas doenças e mortes devido ao hábito de fumar atingem as alturas: segundo o Departamento Federal da Saúde Publica, 10 bilhões de francos suíços são gastos anualmente. Esse valor é estipulado e incluí os custos de saúde, faltas no trabalho, falecimentos e até mesmo os prejuízos financeiros e sentimentais, para os familiares de pessoas que adoecem devido ao cigarro.

swissinfo/Alexander Thoele

Breves

- 1,95 milhões de fumantes entre os 15 e 74 anos. Isso corresponde a mais de 33% da população.
- 8.600 suíços morrem devido a problemas provocados pelo fumo.
- Indústria do tabaco movimenta 3,5 bilhões de francos suíços (2,37 bilhões de dólares).
- Tabaco dá emprego a mais de 12 mil pessoas.

Aqui termina o infobox


Links

×