Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça assina acordo com Brasil

Ministro suíço e brasileiro assinam acordo

(swissinfo.ch)

Um dos objetivos da missão econômica suíça em sua viagem ao Brasil era bem concreto e foi atingido: um acordo.

Johann Schneider-Ammann assinou hoje às cinco horas da tarde (no horário brasileiro) com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Antônio Patriota, um tratado de intercâmbio de estagiários entre o Brasil e a Suíça.

Ele prevê que brasileiros e suíços tenham a possibilidade de receber vistos de residência por tempo limitado para poder aperfeiçoar os conhecimentos profissionais e linguísticos nos respectivos países.

No texto do acordo não há limitações de áreas de atuação. As condições são que a pessoa interessada tenha entre 18 e 35 anos e "tenham concluído curso superior ou profissionalizante na área requerida, ou curso de pós-graduação, nos dois (2) anos anteriores ao requerimento de autorização", escreve o documento.

O visto do estagiário é de no máximo 12 meses e não pode ser prorrogado. O número máximo de vistos por ano é de 50, tanto na Suíça como no Brasil.

Questionado por um jornalista suíço quanto ao número, "reduzido para um país com as dimensões como o Brasil", Schneider-Ammann relativiza. "Não estamos falando aqui de quantidade, mas de qualidade. A escolha de pessoas capacitadas e interessadas e melhorar suas capacitações e a escolha de bons lugares de trabalho tem mais valor do que se o programa de massas e superficial."

Desde a assinatura do primeiro acordo para estagiários (com a Bélgica em 1936), aproximadamente 40 mil jovens suíços tiveram experiências profissionais no exterior. Ao mesmo tempo, 58 mil estagiários estrangeiros conheceram o mercado de trabalho helvético.

swissinfo.ch

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.