Suíços vão administrar sozinhos o aeroporto de Florianópolis

O aeroporto de Zurique ganhou a concessão para administra o aeroporto internacional Hercílio Luz até 2047. O contrato será assinado em julho.

Este conteúdo foi publicado em 09. maio 2017 - 14:00
O aeroporto de Zurique, ao anoitecer. Keystone

Com 3,6 milhões de passageiros e faturamento de 26 milhões de francos suíços em 2006, o aeroporto de Florianópolis teve um crescimento do número de passageiros de 9,7% ao ano, durante os seis anos que antecederam a recessão. Os dados são de um comunicado à imprensa que o Flughafen Zürich AG divulgou para anunciar que venceu a concorrência para explorar o aeroporto de Florianópolis até 2047.

O aeroporto de Zurique detém 25% do capital de exploração do aeroporto de Belo Horizonte há quatro anos. 

Com o Hercílio Luz terá 100% do capital. O comunicado divulgado na Suíça não cita custos, mas a Folha de São Paulo, citando o diretor-executivo da Flughafen Zürich AG, diz que empresa suíça pagará R$ 241 milhões ao governo brasileiro.

A empresa suíça pretende expandir as instalações do Hercílio Luz para atingir seu potencial máximo, “utilizando as melhores práticas utilizadas na Suíça, preservando os valores locais brasileiros”, afirma o comunicado.

O aeroporto de Florianópolis serve uma população local de 1,1 milhão de habitantes, além de turistas nacionais e estrangeiros. A Flughafen Zürich AG vê um grande potencial de crescimento do tráfego aéreo em Florianópolis.

Além de Belo Horizonte e futuramente em Florianópolis, a empresa suíça administra os aeroportos de Bogotá, Curaçao e dois aeroportos no Chile.



Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo