Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça discute futuro europeu

Ministro Couchepin (à direita) e Romado Prodi, em Bruxelas

(Keystone)

Apenas dois dias depois da aprovação dos acordos com a UE, o ministro da Economia Pascal Couchepin foi recebido em Bruxelas pelo presidente da CE, Romano Prodi. Couchepin discute a possibilidade de negociar um segundo pacote de acordos bilaterais.

O debate sobre os rumos da integração do país à UE continuam intensos depois do resultado do referendo popular do final de semana, quando os suíços aprovaram 7 acordos bilaterais com a UE por 67,2 p/cento.

Prós e contras a adesão estão se manifestando, até porque uma iniciativa popular deverá ser votada em junho exigindo que o governo reative o pedido de adesão à UE, congelado desde dezembro de 92.

A estratégia do governo continua a mesma da campanha pelo referendo, ou seja, separar os acordos bilaterais da adesão, que ainda aparece como prematura para a maioria do eleitorado.

Por isso o ministro da Economia Pascal Couchepin está em Bruxelas propondo nova série de negociações bilaterais. Bruxelas vai impor condições e parece preferir que a Suíça reative seu pedido de adesão.

Berna pretende negociar o acesso ao mercado único de serviços, inclusive financeiros, acesso de produtos agrícolas industrializados, imigração (regulada na UE pelos acordos de Schengen). Tem interesse também em participar de programas de formação e nas áreas de mídia, estatística e meio ambiente.

Bruxelas vai continuar exigindo maior empenho da Suíça na luta contra o contrabando e o crime organizado.

swissinfo com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.