Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça está entre os dez países mais turísticos

A neve é a principal atração turística do inverno. (Foto TSR).

(RTS)

A Suíça está entre os dez países mais visitasos da Europa, segundo dados da Organização Mundial do Turismo.

O setor emprega 240 mil pessoas e é o terceiro mais importante da economia suíça.

Os suíços gostam de viajar e de receber viajantes. Tanto que a o país é o único que recebe 1,6 turistas por habitante. É como se 300 milhões de turistas por ano viajassem pelo Brasil, metade brasileiros e metade estrangeiros

Em números absolutos, significa que este ano entre 11 e 11,5 milhões de turistas (53% nacionais e 47% estrangeiros)) para uma população de apenas 7,2 milhões de habitantes.

Os dados são da Organização Mundial do Turismo (OMT), sediada em Madri. Questionada por swsissinfo, a OMT explica que a França continua sendo o anfitrião n° 1 mundial mas que, proporcionalmente, recebe menos turistas que a Suíça.

Segundo a OMT, a França deverá ter um fluxo este ano de aproximadamente 80 milhões de turistas. Para uma população de 60 milhões de habitantes, a média francesa é de 1,3 turistas por habitante.

Na Espanha, a relação é de 1,2 e nos Estados Unidos de 0,3 turistas por habitante.

Riqueza econômica

Nos últimos doze anos, a indústria "sem chaminés" manteve-se como terceiro setor mais produtivo da economia suíça. O primeiro é o de máquinas e o segundo de serviços financeiros.

Em volume, o faturamento do turismo este ano dever ficar em torno de 12,5 bilhões de francos suíços, conforme prevê a Serviço Federal de Estatísticas.Isso equivale a 5% do PIB. Como comparação, o setor bancário pesa 11%.

No entanto, o setor bancário emprega 125 mil pessoas e o turismo 240 mil, além de gerar atividades indiretas como transporte, comércio, telefonia etc.

Destinos preferidos

34% dos turistas (nacionais e estrangeiros) vêm em busca de paisagens de montanha; 21% preferem as regiões dos lagos; 15% ficam nas cidades maiores como Zurique, Genebra e Berna e o restante prefere lugarejos pitorescos e menos conhecidos.

Na distribuição regional, as estações alpinas como Davos, St-Moritz, no cantão dos Grisões (região leste) são as mais procuradas. Em segundo lugar aparecem as regiões de Zurique e Berna e, em terceiro o Ticino, região sul de língua italiana e que tem fronteira com a Itália.

Os turistas estrangeiros que mais freqüentam a Suíça são os alemães (1,9 milhões de pessoas por ano); os americanos estão em segundo lugar (720 mil) seguidos dos britânicos (640 mil) e dos franceses (470 mil).

Suíços também saem

Mas os suíços também adoram viajar, com 4 milhões de viagens ao estrangeiro por ano. O principal destino é a Itália (1,5 milhão), depois a Espanha (1,2 milhão) e a Alemanha (1 milhão), seguidos pela Áustria e França.

Mas o setor reclama mais recursos. Jürg Schmid, diretor de Turismo Suíça, a agência oficial de promoção do setor, reivindica 277 miilhões de francos suíços para promover o turismo, para o período 2005-2009.

Em seus cálculos, esses encargos da promoção turística deveriam ser assumidos em 60% pelo governo federal e 40% pelo setor privado.

swissinfo, Andrea Ornelas
Adaptação, Claudinê Gonçalves

Breves

34% dos turistas (nacionais e estrangeiros) procuram paisagens de montanha.

21% preferem as regiões dos lagos; 15% opta pelas cidades maiores, como Zurique, Genebra e Berna; o restante vai para lugarejos menos conhecidos.

O faturamento do setor chegará a 12,5 milhões de francos suíços.

Isso equivale a 5% del PIB, menos que os 11% do setor bancário embora o turismo gere muitas atividades secundárias.

Aqui termina o infobox


Links

×