Navigation

Falso ou verdadeiro nos mitos helvéticos

Campanha satírica envia mensagem a Trump

A Suíça participou de uma campanha europeia bem humorada que tenta convencer que o país pode ser bem interessante para o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Este conteúdo foi publicado em 03. fevereiro 2017 - 15:00
swissinfo.ch e SRF
Conteúdo externo

Seguindo um programa de TV holandês, a televisão pública suíça, SRF, apresentou sua versão do porquê que a Suíça deveria ser "segunda" se os Estados Unidos forem "primeiros" - como Trump ressaltou durante seu discurso de posse em 20 de janeiro.

Um siteLink externo especial foi criado para os vídeos de diferentes países da União Europeia (e agora a Suíça), cada um apostando em seu país para a segunda posição após a América de Trump.

E o que a Suíça tem a oferecer em sua proposta para Trump? Depois de ter afirmado que o país é o "mais sexy" da Europa, o vídeo continua exaltando as virtudes da Suíça como um país onde as mulheres não obtiveram o voto até os anos 70, e em alguns lugares só em 1990, entre outros pontos que criticam o país de forma bem humorada.


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.