Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíça vai a Copa pela oitava vez

Suiça-Itália, em Basiléia, na Copa de 1954.

(RDB)

Pela primeira vez nos últimos 12 anos, a Suíça participará do Mundial da Alemanha. Esta será sua oitava participação na Copa, com estréia marcada terça-feira, contra a França, pelo grupo G.

A Copa de 1954 foi organizada na Suíça e a final, dia 4 de julho, em Berna, ficou para a história com a vitória da Alemanha contra a Hungria.

Ausente da primeira Copa do Mundo, em 1930, no Uruguai, a seleção suíça conseguiu classificar-se para sete das dezesseis copas posteriores.

Na Itália (1934), França (1938), Brasil (1950), Suíça (1954), Chile (1962), Inglaterra (1966) e Estados Unidos (2004). Em 2006 será a oitava participação.

As partidas eram relatadas apenas pelos jornais (com bastante atraso), depois pelo rádio e posteriormente pela televisão.

A vitória suíça contra a Alemanha em 1938, em Paris, e o empate com o Brasil, em 1950, foram inclusive pouco noticiados na Suíça.

Copa de 1954 foi na Suíça

Para um grande número de admiradores do futebol helvético, a Copa do Mundo de 1954 foi um dos mais belos momentos esportivos no país.

A seleção teve um desempenho considerado bom, eliminada pela Áustria nas quartas-de-final (7 a 5).

Mas essa Copa ficou para a história por causa da final apelidade posteriormente de "milagre de Berna" por causa da vitória da Alemanha contra a Hungria, considerada na época como uma seleção imbatível. Fazia 4 anos que a Hungria não perdia! A Alemanha já estava dividida e essa vitória inesperada foi a primeira da Alemanha Ocidental (RFA) depois da Segunda Guerra Mundial.

- Foi mais que uma decepção para mim porque a Hungria jogava um futebol mágico. No fim do jogo, eu chorei porque achei muito cruel, afirmou a swissinfo o ex-jornalista da televisão suíça TSR, Jean-Jacques Tillmann.

1962 e 1966

Ausente na Suécia em 1958, a seleção suíça classicou-se quatro anos depois para a Copa do Chile. Perdeu para o Chile (3 a 1) no jogo de abertura, perdeu para a RFA (2 a 0) e finalmente para a Itália (3 a 0).

Em 1966, na Inglaterra, o cenário se repetiu: perdeu para a Alemanha (5 a 0), para a Espanha (2 a 1) e para a Argentina (2 a 0). Na seleção de 1966, jogava o atual técnico da seleção suíça, Köbi Kuhn.

Ele não jogou o primeiro jogo contra a Alemanha, porque tinha passado a noite fora da concentração, juntamente com outros dois jogadores da seleção. Na época, eles foram acusados de ter provocado a derrocada da seleção suíça na Inglaterra.

Estados Unidos

Doze anos atrás, a seleção suíça treinada pelo técnico inglês Roy Hodgson participava de sua sétima Copa do Mundo, em 1994.

A seleção suíça chegou às oitavas de final graças a uma goleada contra a Romênia (4 a 1) e foi eliminada pela Espanha (3 a 0).

Ausentes na França (1998) e na última Copa (2002) no Japão e Coréia, a seleção da cruz branca na camisa classificou-se com elogios para a Copa da Alemanha.

Não foi fácil. Os jogadores suíços - que hoje atuam em grandes clubes europeus -tiveram de batalhar, classificando-se na última partida da repescagem, na Turquia, em partida conturbada.

swissinfo, Mathias Froidevaux

Fatos

A Alemanha organiza a 18a edição da Copa do Mundo
Pela segunda vez, a Copa é disputada na Alemanha. A primeira foi em 1974.
Esta será a oitava participação da Suíça: 1934, 1938, 1950, 1954, 1962, 1966, 1994 e 2006.

Aqui termina o infobox

Breves

- Nas eliminatórias, a Suíça ficou em segundo lugar do grupo (França, Israel, Irlanda, Chipre e Ilhas Feroé). Com um ponto atrás da França, a Suíça teve que disputar dois jogos de repescagem contra a Turquia para se classificar.

- Ganhou de 2 a 0 em Berna e se classificou na Turquia no saldo de gols, apesar de ter perdido de 4 a 2.

- A Suíça participou duas vezes do Euro de Seleções: 1996 na Inglaterra e 2004 em Portugal. O próximo Euro, em 2008, será organizado conjuntamente pela Suíça e pela Áustria. Ambas as seleções já estão classificadas.

Aqui termina o infobox

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.