Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíços decidem entrar na ONU

(swissinfo.ch)

Em decisão histórica, os eleitores suíços aprovaram a adesão do país às Nações Unidas. A maioria de votos foi mais folgada do que a dos estados.

O resultado foi dos mais apertados mas a Suíça vai entrar na ONU. Em 1986, os eleitores haviam rejeitado a adesão às Nações Unidas.

Voto dos estados foi o mais difícil

No sistema de dupla maioria exigida nas votações populares, 54,61% dos eleitores votaram a favor mas o voto dos Cantões (estados) foi ainda mais apertado: 11 Cantões e dois semi-cantões aprovaram a adesão; 9 Cantões e 4 semi-cantões votaram contra.

O resultado foi confirmado pelo chanceler da Confederação, Achille Casanova.Genebra (67%) e Neuchâtel (65%) tiveram as maiores taxa de aprovação do eleitorado.

Em Lucerna e Valais, apenas 51% dos eleitores votaram a favor da adesão. As maiores rejeições foram de Appenzel (67%), Schwyz (61%) e Glaris (60%).

Redução horário de trabalho é rejeitada

Na outra iniciativa federal votada no final de semana, a redução da carga semanal de trabalho para 36 horas foi rejeitada em todos os cantões e por 74,6% dos eleitores. Essa foi a quarta vez,desde 1958, em que a redução do horário de trabalho foi rejeitada.

Swissinfo com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×