Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíços perdem negócio no Brasil

(Keystone Archive)

A Zurich Serviços Financeiros estava negociando a compra da Finasa Seguradora S.A e já havia assinado um protocolo de intenções. Com a venda do Mercantil para o Bradesco, o negócio não sai.

Os planos de expansão no Brasil da Zurich Serviços Financeiros (ZFS) foram contrariados pela venda do Mercantil para o Bradesco, maior banco privado do Brasil.

Protocolo e produtos

O negócio de quase 600 milhões de dólares inclue várias subsidiárias do Banco Mercantil, entre elas a Finasa Seguradora, na qual os suíços estavam interessados.

"A operação frustra os planos da Zurich" afirmou o diretor da ZFS no Brasil, Werner Steller, ao correspondente de Swissinfo em São Paulo.

A Zurich mantinha contatos com a Finasa há 10 anos e havia assinado um protocolo de intenções para a fusão no final de 2000. Ambas planejavam lançar produtos em comum.

Momento delicado

Como outras seguradoras, a ZFS atravessa um momento delicado, principalmente depois dos atentados do 11 de setembro. A direção já advertiu que o balanço de 2001 será aquém das expectativas.

A empresa está em processo de reestruturação e já houve três mudanças na direção em pouco mais de um ano. Também vendeu ativos na Suíça e no exterior.

swissinfo e Thierry Ogier, São Paulo


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×