Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Swissair está à venda

Material da falida Swissair é posto à venda em Zurique.

A companhia desapareceu dos aeroportos no final do ano passado. Porém, todo material utilizado nos aviões ainda existe e agora está sendo posto à venda.

Dentre os objetos em oferta, destacam-se pratarias, louças, cosméticos, vinhos, kits de higiene e até outros objetos curiosos como relógios.

Colecionadores e clientes nostálgicos da falida companhia aérea Swissair têm a última oportunidade para ter um pedaço da empresa em casa: na quinta-feira iniciou-se o processo de liquidação dos bens da empresa, que por mais de 71 anos levou o símbolo da cruz branca sobre o fundo vermelho para os quatro cantos do globo.

Todo o material utilizado dentro dos aviões, tendo ou não o logotipo da Swissair, está à venda. A feira está sendo organizada em Bassersdorf, uma pequena cidade próxima ao aeroporto internacional de Zurique. Os responsáveis esperam a vinda de 100 mil compradores.

Porcelana, cristais e vinho

Inicialmente só serão vendidos os materiais utilizados dentro dos aviões, na primeira classe e business class, tendo ou não o logotipo da Swissair. Dentre eles destacam-se os 720 mil pratos de porcelana, um milhão e meio de talheres de aço cromado, 120 mil copos de cristal, 160 mil garrafas de vinho tinto e branco, 75 mil sacos-de-dormir da primeira classe, além de centenas de jogos, kits de higiene e outros materiais de marketing.

"Esperamos encontrar compradores para 95% do material exposto e arrecadar no mínimo 7 milhões de dólares com o leilão", explica Kurt Hoss, chefe da empresa encarregada da liquidação. Apesar do otimismo, o dinheiro que irá entrar não será suficiente para pagar as dívidas com todos os credores da antiga Swissair.

O artigo mais caro é um relógio

Os preços das peças são reduzidos para padrões suíços. As escovas de dentes e os guardanapos custam pouco mais de um dólar a unidade. O balde de champagne, folheado à prata custa 126 dólares. Os artigos mais caros são os relógios com o símbolo da Swissair. Eles são numerados e valem mais de 645 dólares.

O material estava estocado no mundo inteiro. Depois que a Swissair faliu, eles foram transportados por navio de volta para a Suíça. Por mais de dois meses, vinte funcionários da companhia prepararam o material para a venda, sendo que cinco ficaram encarregados de polir a prataria.

A segunda etapa da liquidação dos bens da antiga Swissair será a venda de todo o mobiliário, utilizado nos escritórios da empresa.

swissinfo

Breves

À venda:
- 720.000 pratos de porcelana.
- 360.000 talheres folheados à prata.
- 1,5 milhão de facas, garfos e colheres.
- 75.000 cobertores e sacos de dormir.
- 360.000 kits de higiene.

Aqui termina o infobox

Fatos

Data de fundação da Swissair: 26 de março de 1931.
- Falência: 2 de outubro de 2001.
- Primeiro vôo da nova companhia Swiss: 31 março de 2002.
- Início do processo de falência da Swissair: 17 de outubro de 2002.

Aqui termina o infobox


Links

×