Navigation

Swissair pode renascer das cinzas

Keystone

Rumores dão esperança de que a companhia aérea suíça ainda pode sobreviver à liquidação em concordata, solicitada no início do mês. O grupo americano Texas Pacific estaria interessado em comprar todo o grupo Swissair. A Swissair não confirma e não desmente mas as ações subiram 29% na Bolsa de Zurique.

Este conteúdo foi publicado em 11. outubro 2001 - 17:55

4 empresas do Grupo Swissair, entra elas a companhia aérea, entraram com pedido de concordata na Justiça de Zurique. Com 17 bilhões de francos suíços de dívidas, a situação se complicou ainda mais depois dos atentados nos EUA, a exemplo de todo o setor do tráfego aéreo.

Investir na Swissair ou na Crossair

A primeira solução encontrada para manter uma companhia suíça foi apostar todas as fichas na Crossair, líder européia do transporte regional e filial da Swissair.

Os dois maiores bancos suíços (UBS e CS), investiram 850 milhões por 70% das ações da Crossair e a companhia deve assumir dois terços dos vôos intercontinentais da Swissair. Para não herdar as dívidas, o Grupo Swissair seria liquidados em concordata.

Quarta-feira (10 de outubro), O UBS anunciou que serão necessários "múltiplos" de 850 milhões para que a Crossair assuma parte dos vôos intercontinentais da Swissair. O jornal popular Blick, de Zurique, citando fontes do UBS, calculou em 4 bilhões de francos os investimentos necessários para a nova Crossair.
O governo suíço já decidu não participar no aumento do capital.

Rumores e especulações na Bolsa

Como cada dia tem um novo capítulo nessa novela, o desta quinta-feira seria o interesse do grupo norte-americano Texas Pacific em comprar todo o grupo Swissair, salvando-o da liquidação na Justiça. O Pacific controla várias empresas, entre elas a Continental Airlines e marca suíça de calçados Bally.

Em Zurique, a Swissair, que tem vôos garantidos somente até o dia 27, não confirma o interesse do grupo norte-americano mas também não desmente. Na Bolsa de Zurique, os investidores apostaram e as ações do Grupo Swissair subiram 29%.

swissinfo com agências

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?