Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Telefonema nacional terá tarifa única

No País, 70% das chamadas são locais

(Keystone Archive)

Swisscom, maior operadora suíça de telefonia, decidiu unificar as tarifas de telefone móvel no País. O mesmo preço para chamadas locais e interurbanas significa aumento de até 135%, em nome da "transparência".

O novo sistema, que passa a vigorar em maio, suprime de fato a distinção entre zona local e interurbana em benefício de uma tarifa nacional única.

Trocado em miúdos, um minuto de comunicação custará 8 centavos de francos - € 5.4 centavos - na tarifa normal (de 8 a 17h00) e 4 centavos (de 17 a 8h00). Quem mora em Genebra pagará então o mesmo preço para telefonar ao vizinho ou a um amigo em St.Gallen, no outro extremo do País.

Atualmente a tarifa normal é de 6.7 centavos, a tarifa reduzida (de 17 a 22h00) de 3.3 na tarifa noturna, depois das 22h00 de apenas 1.7 centavos.

O senão

O problema é que a operadora aproveitou-se dessa simplificação para aumentar os preços. Só ganha quem realiza ligações interurbanas. Em horário normal pagarão apenas 8 centavos, em vez de 12, uma redução de 33%.

Já o preço das chamadas locais explode: 19% para telefonemas em horário normal, 21% para a "tarifa reduzida" e 135% para a tarifa noturna.

Swisscom deve ter feito seus cálculos antes dessa "simplificação". Pode-se duvidar que saia perdendo, até porque na Suíça 70% das chamadas são locais, embora o porta-voz de Swisscom garanta que a mudança "não terá incidência alguma sobre o faturamento da operadora".

"Transparência"

Justificando a medida, Christian Neuhaus, porta-voz de Swisscom, apela para "o desejo de maior transparência" em relação aos usuários".

Resta que as empresas que utilizam muito telefonemas interurbanos vão certamente aplaudir. Os pequenos usuários vão pagar o pato...

Em tempo: na telefonia móvel nada muda.

Swissinfo e Luigino Canal


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×