Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Torcida portuguesa subestima adversários da primeira fase

José Manuel Freitas, do A Bola, vê excesso de otimismo da torcida.

(swissinfo.ch)

Com o anúncio dos 23 convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari, nesta segunda-feira em Viseu, começa para a seleção de Portugal a contagem regressiva para o Euro 2008.

A expectativa em relação à Eurocopa é tão grande entre os adeptos portugueses em casa e na Suíça que eles tendem a menosprezar os adversários de Portugal na primeira fase, afirmam analistas.

Depois de se sagrar vice-campeão na Eurocopa 2004 e terminar em quarto lugar na Copa 2006, a seleção portuguesa chega ao Euro 2008 cotada como uma das favoritas ao título.

Por isso, "é evidente que a expectativa é grande. As pessoas estão conscientes de que esta seleção não é igual à anterior, porque faltam os jogadores que se retiraram, como é o caso de Luís Figo, que era um jogador fundamental na estratégia de Portugal, e também o Pauleta, que era nosso principal goleador", afirmou à swissinfo o jornalista José Manuel Freitas, do jornal A Bola, de maior circulação no país..

No entanto, devido à renovação feita por Scolari, acrescenta ele, acredita-se que Portugal conseguirá ter um bom desempenho no Euro. "Mas acho que os adeptos em Portugal estão demasiado otimistas e estão a menosprezar um pouco o valor dos aversários da primeira fase", afirma.

Freitas, com quase três décadas de experiência na cobertura do futebol português e de jogos da seleção, adverte que a Turquia é uma equipe forte, a República Tcheca está melhor posicionada no ranking da Fifa do que Portugal e "qualquer seleção que joga em casa – no caso a Suíça – sempre cria algumas dificuldades".

Depois de perder o torneio em casa, Portugal disputa o Euro 2008 "quase em casa", uma vez 170 mil portugueses vivem na Suíça, sem contar os que virão de Portugal. O apoio dos imigrantes e a boa fase de alguns de seu selecionados, como Cristiano Ronaldo, dão confiança ao técnico.

Felipão confia na equipa

Luiz Felipe Scolari acredita que Portugal pode triunfar no Euro e afirma: "Se dissesse que não tinha confiança na minha equipa, as pessoas, provavelmente, matavam-me".

Mas ele tenta conter o excesso de otimismo e prevê um torneio equilibrado. "Vão estar 16 selecções nacionais na competição e cada uma tem 6,2 por cento de possibilidades de conquistar a prova", afirmou. "Se passarmos à fase seguinte as nossas hipóteses crescem para 12,4 por cento e assim sucessivamente. Mas temos uma equipa muito boa, isso é um facto", disse recentemente à swissinfo.

Preparativos na Suíça

Enquanto a "equipa das quinas" se concentra de 19 a 30 de maio em Viseu, correm a todo o vapor os preparativos em Nechâtel, no oeste da Suíça, onde ela ficará hospeda a partir 1° de junho.

Na próxima quarta-feira, o director de futebol da Federação Portuguesa de Futebol, Carlos Godinho, estará em Neuchâtel para observar o andamento dos trabalhos de colocação do relvado do estádio de La Maladière, que começaram na semana passada.

A prefeitura e a comunidade portuguesa de Nechâtel já preparam uma ampla programação para o período em que a seleção permanecerá na cidade.

"As expectivas dos portugueses na Suíça são demasiado altas, na minha opinião. Eu não acredito que Portugal será campeão. Para isso, não basta ter excelentes jogadores. É preciso ter uma equipa coesa para superar as dificuldades que eles vão enfrentar", opina Adelino Sá, que há 10 anos edita a Gazeta Lusófona na Suíça e é profundo conhecedor da comunidade portuguesa no país.

swissinfo, Geraldo Hoffmann

Os 23 de Scolari

Guarda-redes:
Ricardo (Betis, Esp)
Quim (Benfica)
Rui Patrício (Sporting)

Defesas:
Bosingwa (FC Porto)
Paulo Ferreira (Chelsea, Ing)
Miguel (Valência, Esp)
Ricardo Carvalho (Chelsea, Ing)
Pepe (Real Madrid, Esp)
Bruno Alves (FC Porto)
Fernando Meira (Estugarda, Ale)
Jorge Ribeiro (Boavista)

Médios:
Miguel Veloso (Sporting)
Petit (Benfica)
Raul Meireles (FC Porto)
Deco (Barcelona)
João Moutinho (Sporting)
Cristiano Ronaldo (Manchester United, Ing)
Nani (Manchester United, Ing)
Quaresma (FC Porto)
Simão (Atlético Madrid, Esp)

Avançados:
Nuno Gomes (Benfica)
Hélder Postiga (Panathinaikos, Gre)
Hugo Almeida (Werder Bremen, Ale)

Aqui termina o infobox


Links

×