Navigation

Novos asilos para velhos drogados

Como é a vida para os viciados em heroína quando entram em idade avançada? Uma casa de repouso suíça oferece cuidados especiais para eles. (SRF/swissinfo.ch)

Este conteúdo foi publicado em 30. maio 2017 - 13:30
swissinfo.ch/fh

As imagens dos viciados em heroína de Zurique, no início dos anos 90, ficaram conhecidas no mundo inteiro. Naquela época, até 3000 viciados frequentavam a praça Platzspitz todos os dias, em péssimas condições higiênicas. Em 1992, as autoridades de Zurique acabaram fechando o local. Pouco depois, Berna seguiu o exemplo e pôs fim à cena da capital. Era um sinal de que as autoridades não toleravam mais a cultura aberta da droga.

Graças à introdução da distribuição controlada de heroína, muitos drogados desse período sobreviveram e estão chegando agora a uma idade avançada. A casa de repouso Solina, em Spiez, no cantão de Berna, é um dos poucos lugares na Suíça que oferecem cuidados para idosos toxicodependentes.

​​​​​​​

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.