Navigation

Campanha para doação de órgãos custa a decolar

Apenas 158 órgãos de pessoas falecidas foram transplantados para 440 pacientes no ano passado. Depois de uma queda em 2016, a tendência positiva de 2015 e 2017 continuou, mas não o suficiente para atingir as metas do governo, informou o Departamento Federal de Saúde Pública.

Este conteúdo foi publicado em 17. janeiro 2019 - 11:30
A taxa do doador suíço por milhão de habitantes aumentou de 13,7 em 2013 para 18,6 Keystone

A taxa de doadores por milhão de habitantes aumentou de 13,7 em 2013 para 18,6. O governo estava esperando atingir 20 por milhão até o final de 2018.

O número de pessoas na lista de espera caiu ligeiramente em comparação com o ano anterior. No final de 2017, 1.478 pessoas esperavam por um órgão; no final de 2018, o número era de 1.412.

O governo disse que, graças à primeira campanha, “Mais órgãos para transplantes”, os hospitais estavam agora melhor equipados para transplantes e tinham mais pessoal especializado.

A campanha de doadores do governo e dos cantões será prorrogada até 2021, com algumas medidas sendo adaptadas. O objetivo é aumentar a taxa de doadores para 22 por milhão de habitantes até 2021.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.