Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Trens terão até supermercados

A partir de segunda-feira, será possível fazer compras de supermercado nos trens entre Zurique e Berna. A rede de supermercados Coop vai tentar a experiência no trajeto mais freqüentado do país, antes de ampliá-la a mais três cidades.

Além de serem pontuais, nos principais troncos os trens suíços têm restaurante, minibar e vagão especial com brinquedos para as crianças. Antes da generalização dos celulares, tinham até cabine telefònica. Agora têm vagões em que o silêncio é obrigatório e os celulares proibidos.

A partir de segunda-feira, os apressados passageiros entre Zurique e Berna poderão também fazer as compras de supermercado dentro do trem. Os supermercados Coop, segunda maior rede do país, vai propor 800 produtos num autêntico mercadinho a alta velocidade.

Queijos, carnes, saladas, legumes, frutas, massas, bebidas, etc. Tudo o mais fresco possível e pelo mesmo preço do supermercado fixo. O supermercado sobre trilhos terá também um barzinho e uma banca de jornal.

Já existem supermercados nas estações mas Coop aposta que o cidadão vai comprar no trem para ganhar tempo e evitar a fila antes de voltar para casa. A projeção é de 600 fregueses por dia em cada vagão, com despesa média de 15 francos (10 dólares) por pessoa.

A operação provavelmente não será rentável mas é concebida como "marketing" para veicular a marca. Durante a exposição nacional de 2002, a experiência será ampliada para o troco ferroviário entre Bienne, Neuchâtel e Lausanne, por onde passarão milhões de visitantes da Expo.

swissinfo com agências

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.