Navigation

Turismo

Os Alpes suíços são a maior atração turística para os visitantes Keystone

Terceira indústria de exportação

Este conteúdo foi publicado em 10. maio 2006 - 17:03

Uma tradicional fonte de receita suíça é o turismo, embora, nos dias atuais, suíços que viajam para o exterior gastam quase tanto quanto os estrangeiros que visitam o país.

Em 2007, as cifras foram praticamente idênticas: 9 bilhões de francos suíços para ambos os lados.

Geralmente, porém, o saldo se mantém positivo. O turismo que é a quarta maior indústria suíça, emprega 250.000 pessoas, ficando atrás, apenas, dos setores metalúrgico e engenharia, produção farmacêutica e indústria relojoeira (segundo cifras oficiais de 2007).

Origens prematuras

O Turismo, como tal, começou no século XIX. Mas já nos primeiros anos do século XVII relatos simples ou literários das pitorescas belezas naturais suíças atraíam elites intelectuais do exterior.

No início, o turismo era apenas uma atividade estival. No inverno, as pesadas nevascas impediam bastante as viagens. Foram, no entanto, as atividades desportivas de inverno - em grande parte fomentadas pelo pioneirismo dos britânicos, no final do século XIX - que lançaram a moda das férias invernais. Hoje, a temporada de baixa estação abrange apenas algumas curtas semanas da primavera e do outono.

Curtas pausas

Na atualidade, há temporadas de inverno e de verão, bem como temporadas 'bi-sazonais', complementadas com spas (balneários) e congressos turísticos.

A tendência mais recente, depois de "férias ativas", é o turismo de bem-estar - uma combinação de descanso com banhos termais, tratamentos de beleza e treinamento físico - reunindo todas essas atividades em um hotel ou um grupo de centros turísticos.

Tornam-se igualmente muito populares viagens curtas a cidades ou, para a população suíça, as jornadas de um dia ou excursões de fim de semana. São opções que favorecem viagens ferroviárias pelas montanhas, passeios de barco nos lagos e restaurantes alpinos, em prejuízo da tradicional indústria hoteleira.

Por todo o país

Não há nenhuma região da Suíça que não aspire a exercer algum tipo de atração turística. É o caso, em particular, dos resorts alpinos, com montanhismo no verão e esqui no inverno, ao lado de inúmeros resorts às margens dos lagos, que oferecem esportes aquáticos. Muitas cidades suíças se constituem também em estâncias para férias. Há, finalmente, incontáveis locais em áreas rurais que oferecem forma menos radicais de turismo, como as montanhas do Jura, na fronteira com a França.

Numerosas regiões turísticas montam um conjunto de eventos e atividades para atrair visitantes. As grandes cidades, muitas situadas às margens de grandes lagos, oferecem condições para realização de congressos, visitas a museus e convenções de negócios.

A promoção da Suíça como destino turístico é de total responsabilidade da Switzerland Tourism (www.myswitzerland.com).

De modo geral, a Suíça enfrenta, atualmente, maior concorrência, de outros destinos turísticos. Os gastos do Estado na promoção turística permanecem, porém, relativamente modestos. A Switzerland Tourism está agora tentando atrair mercados como Índia e China, países onde têm aumentado o número de ricos.

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Em conformidade com os padrões da JTI

Em conformidade com os padrões da JTI

Mostrar mais: Certificação JTI para a SWI swissinfo.ch

Os comentários do artigo foram desativados. Veja aqui uma visão geral dos debates em curso com os nossos jornalistas. Junte-se a nós!

Se quiser iniciar uma conversa sobre um tema abordado neste artigo ou se quiser comunicar erros factuais, envie-nos um e-mail para portuguese@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Modificar sua senha

Você quer realmente deletar seu perfil?