Perspectivas suíças em 10 idiomas

Twitter quer que usuários reportem publicações enganosas

Assim como o Facebook e o YouTube, o Twitter costuma receber críticas por não lutar o suficiente contra a desinformação afp_tickers

O Twitter anunciou nesta terça-feira que está em teste uma ferramenta para permitir aos usuários sinalizar conteúdo suspeito de desinformação, um fenômeno que explodiu durante a pandemia.

“Estamos testando uma função que lhes permite sinalizar tuítes que pareçam enganosos”, informou a rede social em sua conta dedicada à segurança. Alguns usuários nos Estados Unidos, na Coreia do Sul e na Austrália já podem selecionar a opção “é enganoso” após clicar em “reportar o tuíte”.

“Iremos avaliar se esta é uma estratégia eficaz. Começaremos em pequena escala”, indicou a empresa, com sede em San Francisco. “Não reagiremos, nem poderemos responder a cada sinalização durante esta experiência, mas as suas contribuições nos ajudarão a identificar tendências, a fim de aumentar a velocidade e escala do nosso trabalho envolvendo a desinformação.”

Assim como o Facebook e o YouTube, o Twitter costuma receber críticas por não lutar o suficiente contra a desinformação. Mas o Twitter não tem os mesmos recursos que seus vizinhos do Vale do Silício, portanto experimenta técnicas menos caras do que recrutar exércitos de moderadores.

Preferidos do leitor

Os mais discutidos

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR

SWI swissinfo.ch - sucursal da sociedade suíça de radiodifusão SRG SSR