Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Viver nas montanhas O mundo real dos chalés suíços

Existem inúmeros clichés sobre a Suíça: chocolate, queijo, bancos, terra da Heidi e dos chalés. O fotógrafo alemão Patrick LambertzLink externo verificou se essas típicas construções das montanhas existem mesmo e produziu uma série de imagens intitulada "Châlets of Switzerland".

Originalmente, a palavra "chalé" significava na Suíça uma cabana que ficava nos pastos ou terras agrícolas e que era geralmente feita de madeira. Geralmente essas casas rurais isoladas estão espalhadas em todas as partes dos Alpes.

Graças ao período cultural conhecido como Romantismo, a elite europeia passou a se interessar pela Suíça. O chaléLink externo tornou-se assim uma expressão de um modo de vida natural, simples, livre e democrático. A pequena casa de madeira passou a ser fonte de inspiração de numerosas residências, jardins e parques paisagísticos da aristocracia europeia durante este período. O chalé tornou-se um modelo da Suíça por excelência.

Como alemão residente na Suíça, Patrick Lambertz se interessa pelos clichês helvéticos. "Talvez por ser estrangeiro tenho a tendência de ver esse tipo de construção como algo bem pé-na-terra, bucólico", explica. "E no meu trabalho tentei dar um outro foco para elas."

Chalé como protagonista

Patrick Lambertz coloca o chalé no centro das suas atenções. Em uma paisagem de inverno abstrata e minimalista, eles se tornam os principais protagonistas das imagens e mostram seu caráter único. Ele é fascinado pelos estereótipos e consegue em seu trabalho fotográfico dar a cada um dos chalés o seu próprio contorno.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.